quarta-feira, junho 12, 2024
Economia

Pequenas empresas respondem por 8 em cada 10 empregos criados em 2023

O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), com base nos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), conduziu uma pesquisa que apontou que as micro e pequenas empresas (MPE) foram responsáveis por oito em cada dez empregos criados na economia em 2023.

Os dados revelam que, do saldo de 1,48 milhão de novos empregos acumulados no ano passado, os pequenos negócios contribuíram com 1,18 milhão de novas vagas, o que corresponde a 80,1%. Enquanto isso, as médias e grandes empresas (MGE) foram responsáveis por 209,99 mil vagas, equivalente a 14,2% do total.

Este é o terceiro ano consecutivo em que as micro e pequenas empresas lideram na geração de novos postos de trabalho no país. Em 2023, o setor de serviços se destacou como líder na criação de empregos, gerando um total de 631 mil novas vagas ao longo do ano. Por outro lado, as médias e grandes empresas contribuíram com um saldo de 181,87 mil novos empregos.

Destaques

“Outros setores, como comércio (263,25 mil vagas) e construção (180,52 mil), se destacaram entre as micro e pequenas empresas, sem nenhum dos setores registrando saldo negativo entre janeiro e dezembro”, informou o Sebrae.

Entre as atividades econômicas, os destaques no ano passado foram para os segmentos de restaurantes e outros estabelecimentos de serviços de alimentação e bebidas, com 69 mil contratações; construção de edifícios, com um saldo de 58,1 mil vagas, e comércio varejista de mercadorias em geral, com predominância de produtos alimentícios – hipermercados e supermercados -, com 47,9 mil vagas.

Em dezembro de 2023, a diferença entre o total de admissões e demissões foi similar ao que ocorreu nos últimos anos, com um saldo negativo de 430 mil vagas. Entre as micro e pequenas empresas, foram fechados 178 mil postos de trabalho. Em relação às médias e grandes empresas, o saldo negativo foi de 195 mil vagas.

“Do saldo total de postos encerrados, as micro e pequenas empresas (MPE) representaram 41,4%, enquanto as MGE corresponderam a 45,4%. No entanto, comparando o saldo negativo do último mês de dezembro com o saldo de dezembro de 2022, quando foram encerrados 455,7 mil postos de trabalho, é possível constatar que houve uma redução no número de empregos encerrados”, explicou o Sebrae.

Entre as atividades que mais contribuíram para a geração de empregos em dezembro de 2023 estão o comércio varejista de mercadorias em geral, com predominância de produtos alimentícios – hipermercados e supermercados -, com 7,6 mil vagas; a atividade de comércio varejista de artigos do vestuário e acessórios, com 4,8 mil empregos, e hotéis e similares, com 3,6 mil novas vagas, concluiu o Sebrae.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 − sete =